JQUERY RADIO PLAYER and WORDPRESS RADIO PLUGIN powered by WordPress Webdesign Dexheim and FULL SERVICE ONLINE AGENTUR MAINZ
14.1 C
Lisboa

Alenquer festeja o 25 de abril com exposição dedicada aos presos políticos do concelho

Os 50 anos da liberdade em Portugal são celebrados em Alenquer com uma programação alargada e que percorrerá todas as 11 freguesias do concelho.

O arranque das comemorações teve lugar no passado sábado com a inauguração da exposição ‘Lutaram pela Liberdade’ um retrato de um Portugal durante o período do Estado Novo pelas vivências das dezenas de alenquerenses que foram presos políticos entre 1926 e 1974, alguns pagando a luta pela liberdade com a própria vida. A exposição está patente nos Paços do Concelho. Numa parceria com a associação Ad Librum o município reuniu essas histórias que estão agora em livro que será apresentado no dia  25 de abril, a partir das 12 horas.

Além da exposição mencionada, há mais três atividades programadas a decorrer de forma contínua durante este mês de abril: ‘Exposição ATO (DES)COLONIAL’, na Biblioteca Municipal entre 6 e 29 de abril; ’50 anos do 25 de abril’, uma exposição itinerante nos vários agrupamentos escolares do concelho entre 8 e 30 de abril; e ’25 de abril contado às crianças e jovens’, uma atividade vocacionada para alunos do 1º ciclo do ensino básico.

Em todas as freguesias, os munícipes são convidados a falar do passado, presente e futuro no ‘Conversas de Abril’, que percorrerá todo o território durante este mês, “numa experiência de partilha enriquecida por aqueles que podem os testemunhar o tempo vivido entre o Estado Novo e um estado democrático como o de hoje”, sublinha o município em nota de imprensa.

Cláudia Luís, vereadora com o pelouro da Cultura do Município de Alenquer considera que “falar da liberdade hoje é fundamental” de forma a não esquecer “quem trabalhou para que ela existisse, lutando contra uma ditadura”. “Honramos desta forma aqueles que lutaram por um Portugal mais livre e mais justo. Honramos o passado e inspiramos o futuro defendendo valores universais da liberdade, da democracia e dos direitos humanos”, destaca a responsável, apontando às novas dificuldades com que Portugal e o Mundo se deparam.

“Nos dias de hoje, num mundo que a cada dia que passa apresenta novos desafios à democracia como o populismo, o autoritarismo e a desinformação, celebrar 50 anos do 25 de Abril é lembrar a importância de defender os valores democráticos, inspirando gerações mais novas. O 25 de Abril uniu o povo português em torno de um objetivo comum: a liberdade. Celebrar este aniversário pode ajudar a fortalecer a coesão nacional e a promover o sentimento de unidade entre os portugueses. Foi este o intuito de Alenquer na comemoração desta importante efeméride, essa mesma coesão no nosso território, criando um sentimento de união, levando a cada uma das nossas freguesias os valores de Abril. Criámos um programa descentralizado em articulação com os presidentes das Freguesias e Uniões de Freguesia. As atividades realizadas são compostas por um momento cultural antecedido de uma pequena conversa sobre a temática porque queremos realçar a importância de todo o trajeto feitio em 50 anos”, adianta ainda a responsável autárquica.

últimos artigos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva um comentário
Por favor, o seu nome