A campanha de segurança rodoviária “Cinto-me Vivo” que se desenvolveu em todo o território nacional registou numa semana mais de 11 mil infrações. A maioria, 714 estão relacionadas com a utilização do cinto de segurança, do capacete e de cadeirinha para crianças.

Segundo o comunicado divulgado pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), foram fiscalizados entre os dias 12 e 18 de setembro, 47.043 veículos e detetadas 11.171 infrações pela GNR e PSP.

De acordo com a ANSR, a maioria dos veículos foram fiscalizados pela GNR, cerca de 33 mil, sendo que foi esta força de segurança a que registou o maior número de infrações, 6.678.

588 infrações estão relacionadas com os dispositivos de segurança, cuja utilização correta foi o grande foco da operação.

No que se refere á PSP, esta controlou 14.804 viaturas e assinalou 4.493 infrações, das quais 126 associadas a cintos de segurança, capacetes ou cadeirinhas.

Na última semana, altura em se desenrolou a campanha, registaram-se 2.437 acidentes, de onde resultaram em 10 mortos, 46 feridos graves e 764 feridos ligeiros.

As 10 vítimas mortais tinham entre 10 e 83 anos e a grande maioria – nove vítimas – era do sexo masculino.

Artigo anteriorAffidea compra Ecorad em Vila Franca e reforça posição no mercado
Próximo artigoAlenquer recebe o concurso Escanção Seleção Europa em 2024

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva um comentário
Por favor, o seu nome