JQUERY RADIO PLAYER and WORDPRESS RADIO PLUGIN powered by WordPress Webdesign Dexheim and FULL SERVICE ONLINE AGENTUR MAINZ
19.1 C
Lisboa

Jardim de Natal em Azambuja com experiências para toda a família

Está de regresso a Azambuja, mais um “Jardim do Natal” a decorrer no Jardim Urbano Dr. Joaquim A. Ramos até seis de janeiro. Como é hábito proporciona aos mais pequenos e às famílias um conjunto de atividades de Natal desde pista de gelo, música, artesanato, teatro infantil, oficinas entre outras atividades.  Em entrevista na Rádio Valor Local, o vice-presidente da autarquia, António José Matos, deu conta que uma das novidades prende-se com a opção por uma tenda maior para a pista de gelo, já a contar com palco para os espetáculos que vão decorrer ao fim de semana. A entrada no recinto é gratuita. “Queremos que seja algo mais do que um sítio onde se vai para se tirar uma fotografia para pôr no Facebook. Tem de ser um local de experiências para toda a família”.

Na pista de gelo, cada 20 minutos têm o custo de dois euros com direito a uma senha grátis por cada 10 euros em compras no comércio local nas lojas aderentes (limite de 3 senhas por talão). António José Matos refere que, no ano passado, este programa de sorteio de senhas por cada dez euros de compras no comércio local rendeu ao tecido económico do concelho “cerca de 300 mil euros em compras”, o que “foi muito positivo”. “Este ano todos os estabelecimentos possuem tômbola, não é necessário deixar os talões nas juntas de freguesia”. Serão sorteados cheques de vários valores. Entre os 100 e os 250 euros.

Paralelamente a este certame decorrem no concelho de Azambuja outras atividades, como uma Feira do Livro Usado, em que cada exemplar tem um custo de 50 cêntimos através da rede de bibliotecas públicas. “É mais uma forma de levar a cultura para a casa das pessoas. Hoje, no primeiro dia, já vendemos 75 livros”. O vereador considera que existindo vários parques temáticos de Natal na região “acaba por haver espaço para todos”. “As pessoas estão a passar dificuldades e uma deslocação a Lisboa a outro género de parques acarreta logo um custo em transportes e alimentação, e se tiverem este tipo de espaços mais perto acaba por ser mais vantajoso para as famílias”.

A completar esta programação, haverá uma mão cheia de concertos de Natal pelo concelho. Assim e para os dias que ainda se seguem nesta quadra natalícia – Na sexta-feira, dia 15, será o projeto “Júbilo” a transportar o público para um mundo de maravilha musical. Este encontro está marcado para as 21h30, na Igreja Matriz (Igreja-Palácio) de S. Pedro, em Manique do Intendente.

A 16 de dezembro, sábado, pelas 21h30, na Igreja Matriz de N.ª Sr.ª da Assunção, em Azambuja, é a Banda do Centro Cultural Azambujense que se propõe celebrar com todos o espírito da época, através da sua música.

Para finalizar esse fim-de-semana, no domingo, dia 17, pelas 16h00 a Banda de Música da A.H. Bombeiros Voluntários de Alcoentre, convidam o público para uma noite recheada de harmonias festivas, numa atmosfera mágica, com o seu concerto na Igreja Matriz de N.ª Sr.ª da Purificação em Alcoentre.

Na sexta-feira, dia 22, o Angelicus Duo promete encher de música a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário, em Aveiras de Baixo, pelas 21h30.

Mas a magia da época continua, ainda no novo ano que se avizinha, com dois concertos marcados para o Dia de Reis – 06 de janeiro de 2024. Pelas 16h00, terá lugar o concerto da Banda de Música da ADR “O Paraíso”, no salão da coletividade em Vale do Paraíso. No mesmo dia, anuncia-se para as 21h30, o espetáculo de Teresa Tapadas, Carlos Guilherme e Pedro Vieira de Almeida, na Igreja de Santa Marta em Vila Nova da Rainha.

António José Matos enfatiza que esta aposta na descentralização dos eventos, como de resto já acontece no programa Artéria, tem-se revelado como acertada, porque o público aparece e aprecia o que é dado a conhecer. O autarca diz-se motivado para mais um ciclo de música pelo concelho fora dentro deste espírito natalício, e não deixa de notar “a grande qualidade das nossas bandas filarmónicas”, com um repertório de canções “muito interessante”.

Já na passagem de ano, a Câmara de Azambuja volta a organizar mais um evento alusivo ao Réveillon, neste caso com aquele que promete ser “o maior fogo de artifício do Ribatejo”. “Penso que será mais tranquilo para os pais saberem que os filhos vão divertir-se ao pé de casa, e se possível os pais também acabam por ir”. Na Praça do Município teremos a atuação da “Ganda Banda” num espetáculo musical que antecede a sessão de fogo de artifício. O autarca não consegue precisar o custo do fogo de artifício, mas salienta que ao todo o Natal e o Fim de Ano no concelho com todos os eventos, artistas, e infraestruturas incluídas não vai além dos 74 mil euros + iva, um valor que considera “razoável”.

últimos artigos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva um comentário
Por favor, o seu nome