JQUERY RADIO PLAYER and WORDPRESS RADIO PLUGIN powered by WordPress Webdesign Dexheim and FULL SERVICE ONLINE AGENTUR MAINZ
14.1 C
Lisboa

João Nicolau quer Águas de Alenquer a reduzir custos para evitar aumentos

Em declarações ao Valor Local, o deputado do PS e líder de bancada na Assembleia Municipal, João Nicolau reage aos últimos acontecimentos após a sessão do órgão deliberativo em que foi retirado o ponto que se destinava a efetuar a atualização do tarifário da Águas de Alenquer, que o seu partido já tinha votado favoravelmente em reunião de Câmara. No entender de João Nicolau ainda há margem para negociar com a Águas de Alenquer, e não aumentar os tarifários de todo, ao contrário da proposta que a Câmara aprovou, de seis por cento para 2024. Para o deputado, a empresa pode fazer uma gestão mais eficiente dos seus custos para evitar aumentos.

Depois de 8 anos em que município e Águas de Alenquer esgrimiram argumentos, e de o município ter contratado uma assessoria específica para este tema, o deputado diz que ainda há tempo para se conseguir ir mais longe a favor dos munícipes. Quando confrontado com a possibilidade de a empresa poder processar a Câmara via tribunal arbitral, tendo em conta o regresso à estaca zero, é da opinião que a Águas de Alenquer não tem assim tantos trunfos na mão quanto a essa possibilidade.

João Nicolau escusa-se a comentar ainda que esta posição, em que tenta travar os aumentos da água, possam ter algo a ver com uma possível candidatura à Câmara, em 2025, e hipotéticos dividendos políticos. O deputado elogia o município, recusa que exista um conflito, e diz que a empresa tem colaborado, mas as ondas de choque da assembleia e as suas repercussões são para já indisfarçáveis. Ainda nesta entrevista o deputado pronuncia-se sobre outros problemas do contrato como a indemnização de 500 mil euros pelo atraso no funcionamento de uma ETAR com a qual a Câmara se comprometeu; e os danos provocados pelo calcário dos quais a empresa pode a todo o momento continuar a exigir ser ressarcida. (Assista ao vídeo da entrevista clicando na foto)

Notícias Relacionadas:

últimos artigos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva um comentário
Por favor, o seu nome