De acordo com balanço das autoridades, já passaram no controlo de fronteiras mais de meio milhão de pessoas e foi recusada a entrada a 83 indivíduos no âmbito da Jornada Mundial da Juventude que terá lugar d e2 a 5 de agosto.

As fronteiras aéreas são as que foram alvo de maior controle no âmbito desta operação. Esta quarta-feira  foram mais de 67.000 passageiros de 420 voos, a esmagadora maioria com origem fora do espaço Shengen.

Contudo, nas fronteiras terrestres, o total de passageiros quase duplicou, com as mais de 20.650 pessoas fiscalizadas só na quarta-feira. Nas fronteiras marítimas o número também está a subir a nas últimas 24 horas foram controlados 24.674 passageiros e tripulantes.

O controlo documental nas fronteiras terrestres, aéreas e marítimas no âmbito da JMJ entrou em vigor no sábado e está a ser feito de forma seletiva e direcionado com base em informações e análise de risco.

 

 

 

Artigo anteriorHospital de Vila Franca implanta pela, primeira vez, em utente dispositivo que regista arritmias cardíacas
Próximo artigo“Alma do Vinho” quer superar fasquia dos 35 mil visitantes

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva um comentário
Por favor, o seu nome