Contou com os contributos de vários clínicos

A concelhia das Mulheres Socialistas do Cartaxo debateu o tema: “Sexualidade, Género, Orientação Sexual e Erotismo.” A iniciativa decorreu no passado dia 11 de fevereiro, na Biblioteca Marcelino Mesquita, no Cartaxo, com a presença dos clínicos, Ricardo Gasparinho, Fernando Mesquita, André Garcia, Eva Duarte, e Mafalda Manaúte, que fizeram parte da mesa-redonda.

O evento contou com casa cheia em que a assistência mostrou interesse em debater temas sempre atuais “com relevância para a comunidade”. Este foi, segundo Ana Bernardino, a coordenadora das Mulheres Socialistas do Cartaxo, “um dia de afetos onde a partilha das dificuldades e soluções despertaram consciências”.

Segundo Ana Bernardino, “o crescimento pessoal só acontece com debate e partilha. Estas discussões e debates são enriquecedores e foi por isso mesmo que quisemos trazer estes temas ao Cartaxo”.

A responsável sustenta ao Valor Local que “as Mulheres Socialistas têm na sua designação igualdade e direitos. É essa igualdade e direitos que tivemos a discutir durante a tarde de sábado: o direito de não sermos discriminado pelas nossas escolhas”.

Quanto às conclusões, Ana Bernardino refere que este debate apontou no sentido “da certeza de que a sexualidade faz parte do que somos, do que pensamos, do que vivemos. Mas acima de tudo deve ser uma experiência positiva, independentemente das escolhas. E deve ser falado em casa, na escola ou sempre que tal se justifique. Sem tabus e com a maior clareza”.

As Mulheres Socialistas do Cartaxo têm já agendado para o próximo dia 3 de março o “Jantar da Igualdade”, a ter lugar em Vila Chã de Ourique, e uma ação de formação sobre “Discurso Político”, marcado para 18 de março.

Artigo anteriorObra do Parque Ribeirinho de Alverca/Sobralinho vai arrancar
Próximo artigoCasa do Povo de Manique espera ano de 2023 positivo

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva um comentário
Por favor, o seu nome