24.2 C
Lisboa

PODCAST

Grande Tribuna com Paulo Colaço – “Nem com o principal debate lá vai!”

Estou contente por ver tantos portugueses interessados nos debates eleitorais. É bom sinal. Há esperança quando o eleitor está atento!

Eu também estou atento, naturalmente, e consegui tirar algumas conclusões destes debates.

A primeira é que Pedro Nuno Santos não tem discurso. Não apoia o atual governo; não ataca o atual governo; não consegue passar uma mensagem de futuro.

Vamos por partes. Não consegue apoiar os oito anos de governo socialista porque é claro para todos que os portugueses estão pior. Não consegue atacar o tal governo socialista porque dentro do PS ninguém perdoaria. Nem consegue ser credível nas promessas porque ninguém acredita que  vai fazer no futuro o que não fez em oito anos. Ou seja, o Pedro Nuno anda à deriva.

Por outro lado, o Luís Montenegro tem estado calmo e confiante em cada debate. Conhece os dossiers, explica as ideias e esclarece as contas das suas propostas. É o único que o está a fazer. E a explicação é simples: quem concorre para ganhar, precisa mesmo de ter as contas feitas. Quem concorre sem ideia de ganhar, nem contas faz. Promete tudo a todos sem limite.

Hoje, segunda-feira, estes dois líderes vão fazer o debate decisivo. Se Luís Montenegro mantiver o registo, ganhará o debate. Mas, pergunto-me, se for o Pedro Nuno a ganhar, o que é que ganharia com isso?

Nada, creio.

Porque Pedro Nuno anda tão em baixo de forma que ninguém iria dar conta que ele ganhou. Veremos, já falta pouco.

Até para a semana.