Assinalou-se, recentemente, o 33º aniversário da elevação de Alverca do Ribatejo a cidade, com mais uma edição dos Galardões de Mérito, em que se homenagearam algumas personalidades da freguesia que se destacaram nas suas áreas de atividade. “As entidades e personalidades hoje distinguidas têm percursos que falam por si, provas dadas de entrega e abnegação, caminhos trilhados que deixam marcas em todos aqueles com que contactam e que são merecedores, sem qualquer margem para dúvidas, deste reconhecimento”, referiu no seu discurso o presidente da União de Freguesias de Alverca/Sobralinho, Cláudio Lotra, que agradeceu ainda ao artista Adão Conde, autor dos galardões entregues.

Foi homenageado com o mérito empresarial o laboratório de análises clínicas, Omnia Lab, presente no concelho de Vila Franca de Xira desde 1991, instalando-se inicialmente no Forte da Casa. Situada em Alverca desde 1993, a missão desta empresa é prestar cuidados de saúde na área de análises clínicas. Durante a pandemia, a sua atividade “foi fundamental para o diagnóstico da doença e prevenção de contágios, minimizando assim o seu efeito”, destacou a autarquia.

O mérito cultural foi para David Monge. A sua ligação à cultura começou nos anos 70, ao participar no Coro Infantil do Centro Cultural do Bom Sucesso. Desde então, continuou o seu percurso na área da cultura. Atualmente, é o responsável técnico de audiovisuais e programação do Centro Cultural do Bom Sucesso.

O galardão do mérito social foi para a Conferência de São Pedro da Sociedade de São Vicente de Paulo. É um movimento católico que ajuda as pessoas mais carenciada, contribuindo com o pagamento de rendas de habitação, distribuição de bens alimentares, medicamentos e ajuda no transporte de doentes carenciados em deslocações a instituições de saúde. “Este trabalho conta com a ajuda da D. Rosário Lino e aos demais voluntários pela solidariedade que demonstram diariamente”, enalteceu a autarquia.

O mérito desportivo foi para Illia Stoliar, natural da Ucrânia, que emigrou para Portugal com a sua mãe aos 9 anos, passando a residir em Alverca. Por iniciativa do seu tio e porque precisava de um parceiro, começou a jogar ténis e, com o passar do tempo, e com o apoio do seu treinador, Illia foi evoluindo cada vez mais e jogando noutras equipas. Quando estava nos sub-18, venceu várias provas, tornando-se campeão regional de Lisboa. Participou em diversas competições, entrando pela primeira vez no Top 20 do Ranking Nacional de Seniores.

O mérito autárquico foi para Alberto Mesquita, militante do Partido Socialista, que foi Coordenador da Secção de Alverca, presidente da Comissão Politica Concelhia de Vila Franca de Xira, tendo também sido vereador, vice-presidente e Presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira.

Por último, o Galardão Cidade de Alverca foi para o Depósito Geral de Material da Força Aérea. Presente em Alverca desde 1918, desenvolveu-se como polo principal da indústria aeronáutica Portuguesa e componente logística ao cumprimento da missão da Força Aérea Portuguesa. “A história do Depósito confunde-se com a história da nossa cidade, uma vez que aqui se fixou em 1918. Esta instalação e toda a atividade aqui desenvolvida permitiram que Alverca seja o berço da Aviação Portuguesa e da Aeronáutica. Ressalvo e agradeço na pessoa do Comandante da Unidade, Coronel Jacques Tiago quer a permanente colaboração com a Junta de Freguesia nas atividades que desenvolvemos, quer na organização de eventos próprios abertos à comunidade. Nesta relação profícua, de respeito institucional e de cooperação ganhamos todos”, sublinhou Cláudio Lotra.

Depois da cerimónia, seguiu-se de um concerto com Rogério Godinho, pianista, cantor e compositor residente em Alverca, que apresentou o seu novo álbum “We Change”.

Artigo anteriorAndré Texugo: “Indiana Adão e Silva e o Marcador do Destino”
Próximo artigoUniversidade de Coimbra vai criar o primeiro laboratório de ADN antigo em Portugal

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva um comentário
Por favor, o seu nome