31.5 C
Lisboa

PSD quer saber onde param as obras do cinema de Aveiras

Os eleitos do PSD na Assembleia Municipal de Azambuja querem saber o ponto de situação das obras no cinema de Aveiras de Cima, imóvel degradado adquirido pelo município em 2018  por 282 mil euros.

Em declarações ao Valor Local em 2019, o antigo presidente da Câmara, Luís de Sousa já anunciava que não ia fazer obras antes de 2021, ano em que saiu da Câmara. As obras de requalificação  poderiam chegar ao milhão e duzentos mil euros, sendo que este edifício não teria apenas caráter cultural, mas também podia receber alguns serviços da Câmara.

No piso térreo estaria previsto um grande auditório com capacidade para cerca de 300 lugares e no piso superior, um espaço multiusos com um pequeno auditório e uma sala para exposições.

O PSD na Assembleia lembra que no orçamento municipal para 2021 (ano de eleições autárquicas), ficaram reservados 270 mil 200 euros para a realização das ditas obras.
O mesmo aconteceu em 2022, onde ficou consagrada uma verba de 37 mil 654 euros.
Já em 2023, também foram acautelados 37 mil 654 euros.

No orçamento municipal do corrente ano de 2024, voltaram a ficar previstos 37 mil 654 euros para o mesmo efeito: a recuperação do edifício e sua adaptação para Centro Cultural com Auditório.

Por isso, “o grupo de deputados do PSD na Assembleia Municipal da Azambuja, solicitou à Câmara Municipal, governada pelo PS, vários documentos e explicações sobre a não realização desta obra, após tanto tempo e tantos anúncios.”, dá conta em nota de imprensa. Questiona ainda o PSD sobre uma possível candidatura ao PRR para recuperação do edifício ou outro qualquer programa de financiamento comunitário.

últimos artigos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva um comentário
Por favor, o seu nome