JQUERY RADIO PLAYER and WORDPRESS RADIO PLUGIN powered by WordPress Webdesign Dexheim and FULL SERVICE ONLINE AGENTUR MAINZ
15.6 C
Azambuja
spot_img

Associação Amigos de Samora leva Ceia Solidária a mais de 50 famílias

A Associação Social Amigos de Samora Correia (ASASC) voltou a levar aos lares da freguesia alguma alegria nesta época de Natal. A associação sem fins lucrativos, conseguiu juntar bens alimentares para entregar a famílias carenciadas.

Esta é já a terceira vez que a ASASC volta a ajudar, no entanto o número de famílias apoiadas, aumentou de 8 para 50.

Para esta iniciativa, a associação, contou com o apoio da sociedade civil, empresas e com um donativo do Pingo Doce do Porto Alto, resultante da Campanha “Bairro Feliz” no valor de 1000 euros. O cabaz, agora entregue, é composto por bacalhau, couves, batatas, azeite, óleo, frutas, sumo, bolo rei e chocolates.

Os cabazes integram ainda alimentos imprescindíveis como leite, ovos, manteiga, cereais, farinha, arroz, massa, leguminosas, comida enlatada e produtos. E para que esta entrega fosse possível, mais de uma dezena de voluntários trabalhou ao longo de meses para angariar estes alimentos e donativos para construir os cabazes que por estes dias chegam a casa dos contemplados.

Ana Paula Neves coordenadora da área social da ASASC, explicou que “algumas famílias serão surpreendidas porque foram inscritas por vizinhos ou amigos que mantiveram segredo até ao fim”.

A canpanha Bairro Feliz angariou cerca de 1000 euros

Ao todo, esta iniciativa envolve um valor global na ordem dos quatro mil euros suportado pelas ajudas em bens e donativos financeiros transformados em produtos. A ASASC conseguiu ainda um apoio de 1000 euros como prémio do evento Bairro Feliz promovido pelo supermercado Pingo Doce. “Os clientes foram generosos com o nosso projeto e estamos muito gratos”, explica Nelson Lopes, presidente da ASASC.

Este pode ser o “último Natal” em que a associação opera a partir da sua atual sede para a ASASC. O edifício propriedade da Companhia das Lezírias tem demolição agendada, mas por enquanto ainda está de pé, e como tal o trabalho de apoios aos mais necessitados da freguesia vão continuar.

Segundo Manuel Silva, secretário da associação: “Estamos gratos à Companhia das Lezírias e Câmara de Benavente por nos permitirem estar aqui e fazer o milagre da multiplicação.”

últimos artigos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva um comentário
Por favor, o seu nome