A reunião de Câmara de Azambuja na qual estão hoje em debate as propostas do PS e do PSD para a viatura de desencarceramento dos bombeiros começou com um início de hostilidades muito intenso por parte dos vereadores do PSD, José Paulo Pereira e Rui Corça.

Rui Corça começou por referir-se aos diversos comunicados da corporação de bombeiros e textos na página pessoal de facebook do comandante da corporação, Ricardo Correia,  que no seu entender estão enviesados politicamente e demonstram falta de rigor e de verdade. O vereador chamou mesmo “criançola irresponsável” ao comandante dos bombeiros. O autarca acrescentou ainda que politicamente é de condenar o facto de o presidente da Câmara de Azambuja, Silvino Lúcio, ter estado presente numa manifestação promovida pelos bombeiros no dia 31 de agosto. “O senhor esteve numa manifestação que era contra os vereadores desta Câmara”. Rui Corça repudiou ainda toda a postura do executivo municipal ao longo deste processo, referindo que o seu partido nunca esteve contra a aquisição de uma viatura de desencarceramento.

“Fomos vítimas de um ataque de caráter para nos atingir, e não é legítimo usarem isso para condicionarem os nossos atos e liberdade de pensar”. O autarca referiu que vai dar conta de todo este dossier junto dos tribunais, e da Polícia Judiciária.

​O Valor Local contactou o comandante dos bombeiros, Ricardo Correia, que para já não quis reagir às intervenções do PSD. No decurso da intervenção do PSD, os bombeiros chegaram a sair da sala. Ao longo desta terça-feira vamos continuar a acompanhar os desenvolvimentos deste assunto no nosso site e na Rádio Valor Local.

Artigo anteriorSismo: Marrocos pede ajuda a Espanha
Próximo artigoInaugurada obra de ampliação da Escola do Cabo em Vialonga

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor escreva um comentário
Por favor, o seu nome